Fies: Quais faculdades aceitam o FIES?

O FIES – Financiamento estudantil o financiamento do Governo Federal para estudantes que precisam parcelar o valor dos seus estudos para pagamento após a conclusão do curso. Confira quais faculdades do Brasil aceitam o FIES.

Lista completa das Faculdades que aceitam o FIES

Faculdade Adelmar Rosado
Faculdade Amadeus
Faculdade Ateneu
Faculdade Barão do Rio Branco
Faculdade Bezerra de Araújo
Faculdade Boa Viagem
Faculdade Brasil Norte
Faculdade Brasileira de Tecnologia
Faculdade Cândido Mendes
Faculdade Cathedral
Faculdade Católica de Rondônia
Faculdade Católica do Tocantins
Faculdade CDL
Faculdade Cidade de Salvador
Faculdade Claretiana de Brasília
Faculdade da Amazônia Ocidental
Faculdade de Ciências, Educação e Teologia
Faculdade de Educação de Porto Velho
Faculdade de Ensino Superior do Piauí
Faculdade de Ensinos Superiores de Minas Gerais
Faculdade de Odontologia do Recife
Faculdade de Porto Velho
Faculdade de Tecnologia Alcides Maya
Faculdade de Tecnologia de Alagoas
Faculdade do Acre
Faculdade do Maranhão
Faculdade do Sul de Santa Catarina
Faculdade Inteligente
Faculdade Joaquim Nabuco
Faculdade Mato Grosso do Sul
Faculdade ParanaenseFaculdade Pitágoras
Faculdade Senai

Como solicitar o Fies

Para poder aproveitar as vantagens que o FIES pode lhe proporcionar é importante que além da lista das faculdades que oferecem o financiamento, você fique atento aos prazos e exigência legais.

Confira como solicitar o seu Fies:

  1. Verifique se a faculdade faz parte da lista participante;
  2. Esteja matriculado regularmente em um curso;
  3. Realize sua inscrição no FIES
  4. Inclua sua inscrição do ENEN;
  5. Depois de pré-selecionado, você terá 5 dias corridos para validar suas informações de cadastro no FIES junto à Comissão Permanente.
  6. Confirme sua inscrição e verifique os documentos necessários para a confirmação;
  7. Aguarde a aprovação junto ao banco financiador;
  8. Assine o contrato e já pode aproveitar o seu FIES;
  9. Leve uma via assinada na sua Faculdade para iniciar os estudos.

Pronto! Agora é só aproveitar o seu benefício do FIES.

Máquina de cartão: 3 dicas para decidir qual máquina escolher

Qualquer empreendedor de respeito tem uma boa máquina de cartão ao seu lado. Atualmente, ela é uma ferramenta essencial para o seu negócio. Vendo isso, a cada dia as empresas prestadoras desses serviços disponibilizam cada vez mais opções no mercado. Nos últimos anos, surgiram muitas empresas novas para esse ramo. Porém, com toda essa oferta no mercado, fica difícil saber qual máquina escolher. Pensando nisso, separamos algumas dicas para você escolher a melhor opção para o seu negócio. Confira.

1.    Analise os valores

Uma das coisas mais importantes no momento de você escolher a máquina de cartão para seu negócio seja o valor. Como existem muitas opções no mercado, você consegue escolher entre adquirir uma máquina ou simplesmente locar um equipamento.

Se você optar pela compra de uma máquina de cartão, os valores podem variar entre R$ 200,00 a R$ 700,00, tudo dependendo das funções disponíveis. Então, você precisa fazer uma análise, ver qual mais se encaixa no seu negócio e avaliar se a melhor forma é locar ou comprar uma máquina de cartão.

2.    Disponibilidade de bandeiras

Outro fator importante é quais bandeiras de cartão a máquina aceita. Então vale a pena ficar atento a este detalhe, já que dependendo da sua localização uma bandeira específica pode ser bastante utilizada e se você não oferecer essa possibilidade poderá perder clientes. Sempre é bom abrir o leque neste sentido.

3.    Analise as taxas aplicadas

Você precisa comparas as taxas aplicadas para cada tipo de transação e ver qual o tempo para recebimento dos valores. Dependendo da sua necessidade, pode ser que valha mais a pena pagar uma taxa um pouco maior, mas receber o dinheiro mais rápido. Isso tudo depende da sua necessidade. Se sua empresa for pequena, ou está iniciando, as taxas precisam ser condizentes com a sua realidade ou o serviço se torna inviável.

Como criar um site perfeito

Vou lhe fazer três perguntas: 

O que você quer de um site? 

Você realmente precisa de um?

Como você vai fazer a sua criação?

Estas são algumas das perguntas que eu poderia fazer se você está pensando em criar um site, um blog ou qualquer outro tipo site. A Web No Rio – Criação de Sites RJ, separou um minutinho para trazer algumas dicas para a criação de um site perfeito!

Muitas vezes recebo clientes com problemas relacionados ao mau planejamento de seus sites, onde vejo problemas tanto de usabilidade a questões relacionadas a SEO.

Hoje eu vou te dizer o que levar em conta ao fazer seu site e, com certeza, este conteúdo irá te ajudar a evitar muitas dores de cabeça neste processo, conseguindo assim criar um site perfeito.

Dicas para um website de sucesso

O site é o centro do mundo do marketing. É um lugar onde as pessoas podem visitar sua empresa 24 horas por dia para conhecer os serviços que você oferece. Muitas pessoas têm medo da tecnologia e não estão familiarizadas com os termos usados pelos designers do site, por isso não entram em contato com um profissional por medo de ficarem confusos.

Por conta disso, eles vão para a GoDaddy ou para uma empresa semelhante e compram um site muito básico, genérico e simples. E eles esquecem uma coisa importante sobre ter um site que é: não é sobre ter um site apenas, mas sim, um que funciona para o negócio ou propósito para o qual ele está sendo criado.

Com milhões e milhões de sites disponíveis, você precisa estar acima da multidão e se destacar. Então, quando você estiver lá, poderá mostrar o que você, sua causa ou empresa podem oferecer.

Veja algumas dicas para começar a aproveitar melhor seu site:

Seu site deve ser simples e amigável

Muitos sites querem fornecer tanta informação, que ao fazer, deixa uma sensação de desorganização, confusão e emaranhamento em seus visitantes.

Tente tornar seu site muito fácil de usar, sendo amigável e menos poluído. Você deve ter uma área de navegação principal que lista suas seções, seu conteúdo deve estar em uma fonte legível e focado mais em ilustrações e vídeos do que em muito texto apenas.

Para que seu site fique bom mesmo, considere o seguinte: “De uma perspectiva objetiva de negócios, qual é a coisa mais importante que um visitante deve saber sobre mim ou sobre minha empresa no primeiro ou no segundo minuto?”

Portanto, tente ser sucinto e lembre-se de que você sempre pode adicionar mais informações ao longo do tempo.

Mantenha suas informações atualizadas

Não há nada pior do que informações desatualizadas em um site. As pessoas deixarão seu website rapidamente se encontrarem uma página com informações desatualizadas. As pessoas querem sentir que você se preocupa com seu próprio site tanto quanto com seu negócio e claro, com o que vai oferecer a elas.

Ter informações atualizadas em seu site é uma boa prática. Para adicionar novos conteúdos, talvez você queira adicionar um blog em que possa postar artigos sobre tópicos de seu interesse e relacionados à sua empresa.

SEO básico

SEO é muito importante na criação de sites e em toda parte de prospecção de clientes. Há pessoas que dedicam suas vidas a aprender como fazer com que os sites se classifiquem melhor nos mecanismos de busca.

Em termos simples, a otimização nos mecanismos de pesquisa é uma maneira de classificar seu site no Google para que as pessoas possam encontrar seus produtos ou serviços. 

Google, Bing e outros buscadores encontram as informações em seu site e as classificam  para que as pessoas possam encontrar tais informações que serão úteis para eles. Por exemplo, se você tiver uma artigo sobre dicas de como conseguir um emprego, o Google entende o assunto deste artigo e irá classificá-lo para quem busca por este termo (palavras-chave).

Editar o seu texto com algumas técnicas simples de SEO pode ajudá-lo a obter uma classificação mais elevada sem muito esforço ao longo do tempo.

Conclusão

Por fim, estas simples dicas bem aplicadas irão ajudar na criação de site perfeitos, sites que de fato convertem os visitantes em compradores e/ou assinantes. Agora é só você aplicar as dicas!

5 dicas para viajar mais barato

Economizar não significa necessariamente viajar de forma reduzida ou até mesmo mesquinha, mas sim, pagando o mínimo possível para passear  como quiser e fazer o que quiser sem restrições.

Hoje, em um mundo cheio de competição, as grandes empresas de viagens precisam atrair mais clientes e fidelizar os mesmos, por isso é um erro você pagar valores cheios, quando pode sempre conseguir um descontinho aqui ou outro ali.

Neste artigo, separamos 5 dicas essenciais para você conseguir viajar de forma tranquila e pagando pouco!

1 – Controle os seus gastos para viajar melhor

Parece um truísmo, mas se você não sabe o quanto está gastando, não saberá se é muito ou pouco. Então, além de fazer um orçamento diário antes de pôr os pés na estrada, você precisa controlar o que gasta todos os dias para ver se está se ajustando suas necessidades a esse planejamento.

Para saber se você está indo bem, a primeira coisa que você precisa saber é o que você está fazendo com a grana que tem. Você pode, antes de sair para viajar, fazer uma simulação de quanto irá gastar em um dia no destino escolhido, e claro, os gastos durante o percurso.

Inclua tudo: lanchinhos no aeroporto, UBER, táxi, aluguel de carro, mercado, outros transportes, almoços, jantares, souvenirs e presentinhos, etc. Você vai se surpreender ao ver como viajar pode ser custoso. E é aí que você vem com um plano de contingência para remover ou reduzir estes custos previstos o máximo possível,

2 – Utilize cupons de viagem como o Airbnb

Como dito no começo deste artigo, a concorrência entre as empresas de viagem estão crescendo cada vez mais e com isso, você consegue descontos para a sua viagem ao pesquisar por estas empresas na internet.

Um bom exemplo, é o cupom Airbnb que te dá descontos na sua primeira estadia, além de que o Airbnb é mais econômico para se hospedar do que ficar em hotéis ou pousadas.

Além do Airbnb, você também pode conseguir muitos pontos utilizando sistemas como Smiles com o seu cartão de crédito.

3 – Viajar na baixa temporada

Embora possa parecer um ponto óbvio, as datas em que todos viajam são as mais caras. Se você puder, evite as férias de verão, férias de julho, Carnaval, Páscoa, Natal… e não se esqueça dos eventos e feriados locais do destino que está indo.

Por exemplo, uma pousada que tem o valor de R$ 150/diária em Paraty-RJ, na FLIP, um evento de literatura que acontece em julho, a diária vai para R$ 800. Já pensou?

Então o que é alta temporada para um, não é para outro. No Carnaval, por exemplo, existem destinos que poucas pessoas querem ir e pode ser uma opção para você.

4 – Tente viajar sem correria

A pressa é sempre um mau caminho a percorrer em uma viagem. Como dizem em muitos países: a pressa mata. Isso nos faz perder lugares incríveis e gastar muito dinheiro em transporte para fazer certos percursos que são curtos.

Sabemos que nem todos – na verdade quase ninguém – podem se dar ao luxo de esticar a viagem como se fosse um chiclete, mas deve-se pensar: a melhor maneira de economizar na sua viagem é fazendo as coisas sem pressa.

E isso engloba todo o planejamento antes de ir, os gastos previstos, etc.

5 – Seja flexível para viajar mais barato

Se o seu sonho é viajar mais, mas não tem muitas opções de destino pra ir por conta dos valores, você tem duas possibilidades: consiga ofertas com bons preços com antecedência para onde quer ir ou escolha um país mais econômico. 

Mesmo que você encontre um pacote perfeito para ir para os Estados Unidos, por uma semana, estará muito mais caro do que passar um mês na Índia ou em um país do sudeste asiático, por exemplo.


Isso se dar por vários motivos, como a conversão da moeda, a temporada, a procura, etc.

Conclusão

Viajar mais barato é algo que você pode começar a fazer hoje mesmo, analisando seus gastos, se planejando com antecedência e economizando. Afinal, a beleza de viajar é poder curtir e relaxar, mas isso não significa que você precisa comprar tudo que ver pela frente ou pagar altas taxas para hotéis, companhias aéreas, etc.

Qual a Diferença Entre Freezer e Refrigerador?

Entender a diferença entre freezer e refrigerador é algo simples e exige um mínimo de conhecimento. Devido a isso, criamos um guia explicativo para você entender qual a diferença entre o funcionamento da geladeira e freezer.

Qual a diferença entre um freezer e uma geladeira?

A primeira coisa que você deve saber é que ambos os produtos são vendidos na maioria das lojas do país, inclusive em lojas online como o Compra Certa. Nesta loja, você encontra freezer e geladeira de vários modelos e marcas como Brastemp e Consul com condições especiais.

Quer saber como funciona o Compra Certa? Então confira o vídeo a seguir e aproveite para realizar sua compra utilizando cupom Compra Certa.

Agora que você já sabe onde encontrar refrigerador e freezer, vamos as principais diferenças entre esses dois produtos:

O que é um refrigerador?

Para entender qual a diferença entre freezer e refrigerador, você precisa saber o que é um refrigerador. O termo refrigerador é o nome “formal” para a mais conhecida geladeira. Aqui no Brasil temos o costume de falar “geladeira” em vez de “refrigerador”. Mas em outros países, o termo refrigerador é mais conhecido.

Entre os modelos de refrigerador há opções com congelador, com freezer, com sistema frost free ou degelo seco, entre outras combinações.

O que é geladeira frost free?

O modelo de geladeira frost free nada mais é do que uma geladeira com freezer que conta com um sistema de descongelamento automático. Isso significa que ela não junta gelo nunca!

O que é um freezer?

O freezer é um compartimento parecido com uma geladeira, mas sua principal diferença está no poder de refrigeração. Ele é muito mais potente, por isso é indicado para armazenar alimentos por bastante tempo ou alimentos mais sensíveis ao calor, como sorvete.

Diferença entre congelador e freezer

Algumas geladeiras são vendidas com congelador, em vez de freezer. A diferença entre congelador e freezer está na questão do refrigeramento. O freezer é muito mais potente. Embora o congelador ainda seja uma opção para os refrigeradores, a maioria dos modelos de geladeira abandonaram esse sistema de refrigeração e passaram a utilizar o freezer embutido.

Agora, ao falarmos qual a diferença de uma geladeira e um freezer, podemos destacar várias características importantes para sua compra. A primeira delas é que uma geladeira serve para armazenar diversos produtos, indo desde alimentos que precisam ser congelados a alimentos que devem ficar apenas sob refrigeração mínima.

Já no caso do freezer, não há um equilíbrio entre a potência de refrigeração. O que significa que se você colocar uma peça de carne para congelar no freezer e uma jarra de água para manter gelada, ambos serão congelados.

Manutenção de freezer

A manutenção de freezer depende de várias características do produto, como, por exemplo, se ele é embutido na geladeira, se é vertical ou se é horizontal. Cada modelo e marca possui sua própria assistência autorizada para realizar manutenções.

Mas o que você precisa saber em relação a esse produto, é que se você necessitar de manutenção de freezer isso significa que ele não está mais congelando como deveria. Embora o freezer seja muito parecido com um refrigerador, o conserto deste aparelho será diferente do conserto de refrigerador, podendo até mesmo ser mais caro em alguns casos.

Manutenção de geladeira

Já no caso da manutenção de geladeira, há uma certa demanda maior de técnico de geladeira, o que facilita encontrar assistências autorizadas para conserto. Você pode encontrar facilmente autorizadas para conserto de geladeira fazendo buscas na internet como “conserto de geladeira Brastemp“, “conserto de geladeira Electrolux“, ou para qualquer outra marca de geladeira.

Higienização de geladeira e freezer

A higienização de geladeira e freezer é muito semelhante. Ambos são simples de limpar, pois contam com revestimento liso no interior e no exterior do produto para facilitar a limpeza. Além disso, compartimentos, prateleiras e gavetas são removíveis para melhor higienização

.

Refrigerador ou freezer: qual é melhor?

Agora que você já sabe qual a diferença entre geladeira e um freezer, é hora de decidir qual deles fará parte da sua cozinha! Se você procura por um eletrodoméstico para congelar alimentos e manter outros sob refrigeração mínima, a melhor opção é um refrigerador. Mas se você quer apenas um compartimento grande para congelar diversos alimentos, a melhor opção é o freezer.

Abrir conta corrente Online: 2 Formas de abrir conta corrente online

Ir ao banco é uma das piores tarefas de todo o brasileiro, principalmente se ele precisar falar com o gerente, como acontece quando se vai abrir conta corrente.

Entretanto, graças ao surgimento das novas tecnologias, como a internet, por exemplo, tornou-se possível efetuar grande parte das transações efetuadas no banco sem estar presente no local.

Isso fez com que surgissem novas empresas financeiras, além de obrigar as instituições mais convencionais a se atualizarem, tornando possível abrir conta corrente online.

Como abrir conta online?

Atualmente, há duas maneiras de se abrir uma conta pela internet, podendo ser feita pelo site da empresa ou pelo aplicativo.

Pelo site, o interessado deve entrar na página do banco escolhido e selecionar a opção de “Conta Corrente”, que pode estar na área de serviços ou produtos.

Todavia, o solicitante deve entender que os serviços da opção corrente são diferentes da digital, onde o cliente não possui nenhuma conexão física com o banco, efetuando toda movimentação pelo app.

Selecionando a opção desejada, será apresentado ao cliente todas as opções de contas correntes, seus serviços e a relação de documentos necessários.

Algumas empresas vão pedir que o solicitante compareça em uma agência física para entregar os documentos necessários para abrir a conta.

Porém, também há algumas empresas que solicitam ao cliente que ele baixe o aplicativo da instituição, como as fintechs, por exemplo.

Como abrir conta corrente pelo aplicativo

Algumas fintechs também oferecem aos seus clientes a opção de conta digital, que é igual à corrente, porém, não há uma agência física para realizar saques e depósitos.

Tirando essa diferença nos serviços, a parte de abrir uma conta é semelhante ao processo das companhias financeiras mais convencionais que proporcionam abertura de conta pela internet.

Para abrir conta corrente pelo aplicativo, o interessado deve seguir os passos explicados no software e enviar os documentos, tirando foto deles, otimizando o processo.

Cartão de crédito: 3 Formas de pedir cartão de crédito com baixas taxas

Em tempos de incertezas econômicas, nada melhor do que pesquisar antes de pedir um cartão de crédito. Sempre prefira optar por aqueles com baixas taxas, em especial com a menor incidência de juros.

Pedindo um cartão de crédito com baixas taxas: 3 formas

  1. A primeira coisa a se fazer para conseguir encargos menores é pesquisar. É possível começar pesquisando cartão de crédito com baixas taxas na internet mesmo. Faça a consulta em sites de bancos e empresas financeiras. Veja a taxa de juros e demais informações do cartão.
  2. Outra forma é ir pessoalmente ou contatar por telefone as empresas que oferecem cartão de crédito.
  3. Além disso, você pode solicitar um cartão de crédito com baixas taxas no banco em que já é cliente. Isso pode ser feito por telefone, diretamente na sua agência bancária, no autoatendimento, pelo home banking, etc. A forma de solicitar o cartão de crédito varia de acordo com a instituição financeira.

Em geral, o cartão para quem já é cliente costuma ter taxas mais baixas. Algumas instituições financeiras, por exemplo, oferecem encargos ainda mais atrativos se o cliente optar pelo débito automático da fatura.

Utilize essas formas de pesquisar cartão de créditocom baixas taxas e faça o pedido da melhor oferta!

Atenção na hora de pedir seu cartão de crédito

Além de observar qual cartão de crédito apresenta taxas mais baixas, atente-se também à:

  • Data de vencimento;
  • Cláusulas do Contrato;
  • Não usar o cartão de crédito acima das suas condições financeiras;
  • Pagar sempre o valor total da fatura para não acumular encargos;
  • Ter ciência de que, atualmente, um cartão de crédito tem taxa de juros entre 9% e 16% ao ano e mais de 200% ao ano (caso a fatura não seja paga integralmente).

Algumas dicas para te ajudar a alcançar seus objetivos com a musculação.

1- Não precisa treinar muito tempo:

Malhar muito provoca o catabolismo (perda de massa muscular) , esgotamento físico e até o overtraining que pode causar danos físicos.

Treino intensos e longos (2 horas por exemplo) pode atrapalhar seu objetivo de ganho de massa, revertendo o quadro. Portanto faça um treino intenso com no máximo 60 minutos, peça ajuda para um preparador físico para dividir o treino da melhor forma durante a semana.

2- Não há necessidade de mudar os exercícios toda semana:

Quando se mantém por um período o mesmo treino ( 1 mês por exemplo) com os mesmos tipos de movimento, faz com que a força aumente com mais precisão e quando os músculos acostumarem com o treino, ai sim é indicado um novo estímulo, uma nova rotina de treino, portanto não precisa ficar mudando os exercícios com frequência.

3- A carga adequada

O movimento do exercício deve ser correto e concentrado, portanto a carga de ser adequada para cada exercício. Não adianta colocar muita sobrecarga e fazer o movimento sem respeitar os limites do corpo  e de maneira incorreta, além de correr riscos de lesões não terá eficiência no resultado.

É melhor treinar com menos carga e com perfeição.

4- Comer direito e dormir bem

O crescimento muscular ocorre fora da academia, e dois fatores importantes contribuem para que isso ocorra: Comer direito e descansar bem.

Ter uma dieta adequada com a quantidade certa deproteínas, carboidratos, e gorduras boas é essencial  para o ganho demassa ou definição  muscular, e claro, dormir de 7 a 8 horas por noite,pois é a noite que seus músculos crescem .

Por isso a importância de se consultar com um nutricionista esportivo. Ele é capacitado para avaliar seu perfil e objetivo.

5- Definição muscular: quantidade não é qualidade

Se você quer definição muscular, então esqueça a ideia de treinar com muitas repetições e pesos leves porque assim queima mais.

A definição irá aparecer quando a capa de gordura desaparecer, então dieta e treino forte e não tem segredo para a tão sonhada definição muscular.

6- Não é o suplemento que vai fazer seus músculos crescerem

Nenhum suplemento vai fazer seus músculos aumentarem de volume, eles servem para complementar a dieta de maneira prática, pois nem sempre conseguimos a quantidade certa de carboidrato, proteína e nutrientes que precisamos para obter os resultados somente com a alimentação.

Portanto é preciso uma avalização com um nutricionista, da rotina de treino, intensidade, objetivo, enfim. Mas geralmente quem quer ganho de massa muscular não consegue as quantidade adequadas  com a alimentação, então é indicado até um hipercalórico.

Os suplementos alimentares foram desenvolvidos para ajudar na recuperação e construção muscular, mas não fazem nada sozinho, é preciso treino e dieta para ter sucesso com os resultados.

Resumindo: Não há sucesso sem esforço, para obterresultados é necessário disciplina e dedicação. Para mais informações, acesse ArtesdeCura.

Graduação Online: Como fazer graduação online?

O sonho de fazer uma graduação tem se tornado cada vez mais acessível para muitos brasileiros. Além das instituições públicas e particulares crescentes no país, hoje também podemos contar com a graduação online.

O grande avanço tecnológico dos últimos anos, trouxe a graduação online, que é uma forma de fazer uma faculdade só que com mais flexibilidade de horários e muitas vezes, baixo custo. Isso acontece porque, ao fazer uma graduação online, o aluno pode estudar quando e onde puder, por exemplo: se tiver um tempo no caminho para o trabalho, ou se tiver esperando por um atendimento médico. As pessoas reclamam a cada dia que passa sobre a falta de tempo para estudar, aprender novos idiomas e etc. Contudo, com a opção de graduação online, há uma maior flexibilidade e em grande parte dos cursos de graduação online, o aluno só precisa visitar a faculdade 1 ou duas vezes ao mês para fazer avaliações. Todo o restante é feito apenas através de um notebook com acesso à internet.

Outro benefício da graduação online é o seu custo. Como as aulas são online, os custos das instituições caem bastante, desta forma o preço para o estudante também fica mais acessível. Pois muitos brasileiros ainda não têm condições de pagar uma faculdade e o baixo custo da graduação online acaba facilitando a vida de quem quer estudar, mas não pode investir muito.

A graduação online, em sua grande maioria é reconhecida pelo MEC e o estudante terá um certificado de graduação online igualmente a alguém que fez um curso presencial.

A contratação desse tipo de graduação pode ser feita em diversas faculdades que disponibilizam cursos EAD. Entre as mais famosas estão a Anhanguera, UNIP e FGV, mas há muitas outras boas opções. Portanto, escolha o curso, a instituição, verifique se a faculdade é reconhecida pelo MEC e dê mais um passo importante na sua vida.

Quanto custa um seguro automóvel para Ford Ka?

                O Ford Ka, lançado a mais de 20 anos, começou sendo conhecido como um modelo compacto e pouco espaçoso, comportando de início apenas 4 passageiros. Após diversas mudanças e melhorias o espaço interno cresceu e o modelo passou a contar até com uma versão sedã.

                O modelo conta com duas opções de motores flex: 1.0 com até 85 cavalos, e o novo motor 1.5 com até 136 cavalos de potência, ambos apresentando um bom desempenho.

                As mudanças não são apenas o novo motor. A introdução do câmbio automático com 5 marchas, mudanças estruturais e de segurança, chegam para elevar ainda mais as vendas de um modelo que já era conhecido pela sua ótima dirigibilidade e estabilidade.

                Com as melhorias, o modelo passaa ser cada vez mais procurado por consumidores brasileiros, e cada vez mais sefaz necessário a contratação de seguro automóvel paraFord Ka.

Seguro Automóvel para Ford Ka

O seguro para Ford Ka sofrerá alterações de acordo com diversos fatores, como maior exposição a roubos e furtos, maior tempo rodando nas ruas ocasionando maior risco de colisões, disponibilidade de garagem e histórico do motorista. Além do modelo e ano do veículo, e da seguradora e cobertura escolhidas, que também ocasionarão diferenças entre os preços oferecidos.

Pesquisas de mercado revelam que o preço médio de um seguro para Ford Ka pode variar entre R$1.200,00 para modelos mais antigos, e R$2.000,00 para modelos 2019.

Abaixo listamos três dicas úteis de como abaixar o custo de seu seguro para Ford Ka:

  • Tenha um bom histórico como condutor;
  • Opte pela instalação de rastreadores/bloqueadores veiculares, que serão considerados para diminuir o risco de seu veículo;
  • Faça diversas simulações em sites e seguradoras, e opte pela com melhor custo-benefício.

Além das citadas dicas, estude o contrato detalhadamente e se informe sobre todas as informações necessárias na negociação. Inclua apenas pessoas que realmente utilizem o veículo e escolha o melhor plano de seguro para Ford