Critérios para selecionar um bom fornecedor de roupas

Embora nem todos os insumos ou matérias-primas possam ter a mesma importância e, dependendo de suas necessidades particulares, cada empresa pode atribuir maior importância a certos critérios e menos a outros, é inquestionável ter os fornecedores de roupas adequados ou que melhor se adaptam às necessidades  do seu negócio. Pensando nisso, escrevemos este artigo para te ajudar a selecionar os melhores fornecedores de roupas!

Reputação do fornecedor de roupas

Assim como é importante se preocupar em criar confiança quando se trata de vender, quando se trata de selecionar um fornecedor, a reputação e credibilidade que você tem são requisitos essenciais ao estabelecer um relacionamento comercial. Levando em consideração a importância da operação do negócio, o papel dos fornecedores e a capacidade de contar com insumos e matérias-primas em quantidades, termos e condições exigidos em termos de qualidade e especificações.

Trabalhar com empresas sérias que possa garantir uma certa continuidade no suprimento de roupas e que tenha um alto grau de conformidade, respondendo mesmo no caso de gerar inconvenientes, é um fato ao qual deve ser dada a máxima importância. Por esse motivo, investigar no site das empresas que podem servir como fornecedores de moda os clientes com quem eles trabalharam, se houver depoimentos e até solicitar referências a algumas das empresas com as quais afirmam ter trabalhado, deve fazer parte do processo de seleção.

Situação econômica

Na avaliação dos possíveis fornecedores, esse é um ponto importante na medida em que sua situação econômica determinará que podemos ter um suprimento constante de roupas no estoque, adicionalmente, que a qualidade do suprimento seja mantida em um nível consistente com o esperado e não seja diminuído pela necessidade desses fornecedores de reduzir os custos de produção.

Como também dependerá da sua saúde financeira que seus fornecedores despachem materiais e suprimentos para que, por sua vez, possam entregar os produtos ou serviços que oferecem a seus clientes a tempo, avaliar esse problema também pode ser essencial, entre outras coisas, para saber se eles podem nos dar facilidades de financiamento e pagamento.

Localização

A localização do fornecedor de moda também é uma questão que deve ser considerada ao selecionar as possíveis empresas com as quais trabalharemos. Enquanto no caso de uma empresa que está em uma cidade distante, além do prazo de entrega e dos possíveis atrasos normais que já podem ocorrer antes da entrega de um pedido, o deslocamento e a logística necessários para fazer a entrega pode piorar ainda mais as coisas.

Enquanto isso, ter um fornecedor na mesma cidade ou área, mesmo oferecendo um preço mais alto para seus produtos, pode ser uma alternativa melhor se isso permitir diminuir os prazos de entrega, evitar demoras que levem a atrasos na produção e também maior ganhar flexibilidade nas entregas e no número de peças fornecidas e, no fornecimento, podendo, por exemplo, fazer entregas parciais ou comprar menos quantidades com mais frequência.

Tamanho

A menos que as quantidades demandadas de uma coleção seja considerável ​​o suficiente para ter um peso importante no relacionamento com um grande fornecedor, o que normalmente acontecerá nos casos que dependem de grandes empresas, é que haverá um poder de barganha, e adicionalmente, a importância que receberemos do fornecedor será mínima na medida em que, como é lógico, ele se concentrará principalmente em dedicar a maior parte de seus esforços para atender os clientes que têm uma participação maior na rotatividade da empresa.

Por esse motivo, para ter uma posição que permita negociar e acessar melhores condições (por exemplo, em termos de facilidades de pagamento ou preços), além de ter uma maior relevância para o cliente, o tamanho dos fornecedores também deve ser critérios a serem considerados na seleção de fornecedores.

Facilidades de pagamento

Mesmo que seja difícil para uma loja que está iniciando o acesso a condições especiais de pagamento, um ponto importante a ser discutido nas negociações com os fornecedores é perguntar se, no futuro, à medida que a loja crescer, há possibilidades de acesso para melhores condições de pagamento.

Espero que estas dicas simples te ajude no desenvolvimento da sua loja ao buscar por bons fornecedores de roupas no atacado!

Como escolher o piso da cozinha

O material que você escolher para cobrir a cozinha dependerá da sua localização; portanto, se o que você procura é delimitar setores, você pode contrastar com o da sala de estar ou unificar seu estilo particular.

Atualmente, devido ao grande número de modelos e materiais existentes, a escolha do piso de uma cozinha é uma tarefa que geralmente é bastante complicada.

Escolha o chão da cozinha

O que sempre deve ser lembrado é que, além do mencionado acima, o piso da cozinha deve ser resistente a manchas, graxa e umidade.

Tipos de pisos de cozinha

Solo de madeira:

Os pisos de madeira não apenas tornam sua cozinha tradicional, acolhedora e atraente, como também são muito fáceis de limpar . Quando se trata de durabilidade, depende do tipo de madeira que você seleciona para o piso. Atualmente, madeiras de lei, como freixo, bordo e carvalho, são vistas em muitas cozinhas modernas e tradicionais.

Escolha o chão da cozinha

Você pode tornar o piso de madeira da sua cozinha mais durável e resistente ao desgaste, aplicando uma camada de poliuretano no piso. Este piso pode ser de madeira maciça ou laminada ou até mesmo porcelanato liquido.

Piso de cerâmica:

Esse tipo de piso oferece a melhor relação custo / benefício em termos de design e durabilidade. Refere-se ao que a torna uma escolha popular entre os reformadores de casas que estão redesenhando sua cozinha e banheiros.

Uma grande variedade de estilos e cores pode dificultar a escolha, mas, no final das contas, você vai adorar a aparência da sua cozinha assim que o piso estiver assentado e o melhor é que requer manutenção mínima.

Pisos de vinil:

Se você está procurando uma alternativa econômica à madeira maciça , o laminado plástico deve ser sua escolha. Este tipo de pavimento está ganhando popularidade devido ao seu baixo preço, facilidade de instalação e durabilidade.

O vinil é resistente ao desgaste e à umidade . A melhor coisa sobre esse tipo de solo é que ele tende a parecer com solo caro, como pedra, mármore e madeira. Também é fácil de limpar.

Pisos de mármore:

Os pisos de mármore têm as desvantagens de serem caros, mas também podem transformar sua cozinha e torná-la absolutamente deslumbrante. Mas o triste é que o mármore é propenso a manchas facilmente, o que a torna uma má escolha para o piso da cozinha.

Outro ponto negativo é que requer muita manutenção , se você deseja obter uma longa duração.

Escolha o chão da cozinha

De qualquer forma, lembre-se sempre de tocar o chão da sala ou contrastar com ela, para dar um toque pessoal em termos de decoração.

Se nenhuma dessas opções for possível porque o piso original não suporta a umidade corretamente, você pode optar por uma cerâmica que possa ser facilmente obtida e que haja modelos diferentes no mercado.

Lembre-se de escolher o piso da sua cozinha , que deve ser resistente, pouco poroso e fácil de limpar.

Esta postagem foi editada para melhorar a qualidade do seu conteúdo …

Pregar toda semana é um desafio.

Pregar

Em média, leva de 10 a 18 horas para preparar seu sermão para a pregação. Se você é pastor em período integral, há uma boa chance de gastar entre 400 a 720 horas por ano na preparação de sermões. Em outras palavras, você passará cerca de 17 a 30 dias em preparação da sua pregação evangelica.

Se você é um pastor experiente, provavelmente tem sua própria abordagem e processo. Mas se você é verde atrás dos ouvidos (novo na pregação), é uma boa ideia ver como escrever um sermão e um esboço de sermão e praticar esse processo várias vezes. Com o tempo, você naturalmente repetirá esse processo para se adequar à sua personalidade e maneira de pensar.

E esse é o ponto aqui.

Abaixo está um processo passo a passo simples que usamos para ensinar pastores e pregadores iniciantes a escrever um sermão. Nesta postagem, vamos detalhar as seguintes etapas:

  1. Estratégia
  2. Estude
  3. Pegajoso
  4. Estilo
  5. Solidificar
  6. Sábado
  7. Dizer
  8. Falar

Para o culto na igreja , siga estas etapas básicas para escrever um sermão como pontos de verificação para você em sua preparação. Trabalhe em nosso processo e, depois, faça você mesmo à medida que escreve mais e mais sermões.

 

Se você seguir esse processo, receberá uma mensagem bíblica e memorável da palavra de Deus.

Estratégia

Uma das coisas mais úteis que você pode fazer como pregador é progredir na preparação do sermão. Em vez de acordar na segunda-feira tentando descobrir o que você vai pregar no domingo, planeje seus sermões com pelo menos um mês de antecedência (ou mais, se possível).

Estrategizar o que você vai pregar é uma das coisas mais transformadoras que você pode fazer por sua pregação.

A estratégia permitirá que você tenha uma visão geral de como será sua pregação no mês, no trimestre, nos seis meses ou no ano. Enfatizo “provavelmente” porque as coisas acontecem e às vezes Deus o leva a uma direção diferente à medida que uma nova série de sermões se aproxima.

Portanto, um mês a um ano antes de pregar, você deve se concentrar nessas três grandes coisas:

  1. Anote o nome da série de sermões em que seu sermão faz parte
  2. Escolha sua passagem bíblica
  3. Trabalhe e anote a grande idéia da passagem bíblica

Escrever um sermão a partir deste ponto de partida e não do zero é um grande diferencial. Portanto, trabalhe duro para criar estratégias e avançar.

Agora, como no restante do processo, eles são divididos em um processo de 7 dias. Se esse processo não corresponder à sua agenda, o que você pode fazer é adicionar as etapas. Por exemplo, você pode nocautear os dias 1 a 3 a qualquer momento que reservar para escrever seu sermão.

Dia 1: Estudo

Objetivo: Compreender a passagem bíblica e ser capaz de reconhecer suas nuances para que você possa lidar bem com a palavra de Deus.

Etapa 1: estudo pessoal

Pegue sua Bíblia e leia a passagem bíblica várias vezes. Você quer ter uma boa idéia do que está dizendo.

Então, você precisa identificar, mais uma vez, a grande idéia da passagem bíblica, fazendo as seguintes perguntas:

  • Isso está alinhado com o que você anotou há um mês ou um ano atrás?
  • Você está vendo algo diferente agora?

Também é uma ótima idéia ler o contexto textual circundante. Se você estiver lendo uma epístola ou um livro mais curto da Bíblia, leia a coisa toda. Se você estiver lendo um livro mais extenso da Bíblia, considere a leitura de um ou dois capítulos antes dessa passagem e de um a dois capítulos depois dessa passagem.

Ao fazer isso, você terá uma melhor compreensão do fluxo da passagem bíblica específica em que está pregando.

Etapa 2: estudo formal

O que os outros disseram sobre a passagem bíblica que você escolheu?

Nesta etapa, você precisará consultar coisas como:

  1. Linguagem original
  2. Comentários
  3. Livros
  4. Sermões
  5. Artigos

Quando você consultar essas várias ferramentas, será essencial anotar suas descobertas.

Agora, você provavelmente não usará tudo o que aprender, mas todos os aprendizados que conseguirão ajudarão a incorporar em sua mente e coração o significado do texto.

Etapa 3: finalize a “grande idéia” da passagem

Como você estudou o texto em mais detalhes, a grande idéia da passagem mudou do que você anotou?

Pode não mudar muito, mas existe uma maneira melhor de dizer isso? Existe uma direção um pouco diferente que ele precisa seguir?

Um exemplo de “grande ideia”

De Lucas 22: 39-62 :

Grande idéia : Jesus confiou na força de Deus ao enfrentar a cruz, permitindo que os mesmos discípulos que o abandonaram fossem mais corajosos diante da morte.

Qual a Diferença Entre Freezer e Refrigerador?

Entender a diferença entre freezer e refrigerador é algo simples e exige um mínimo de conhecimento. Devido a isso, criamos um guia explicativo para você entender qual a diferença entre o funcionamento da geladeira e freezer.

Qual a diferença entre um freezer e uma geladeira?

A primeira coisa que você deve saber é que ambos os produtos são vendidos na maioria das lojas do país, inclusive em lojas online como o Compra Certa. Nesta loja, você encontra freezer e geladeira de vários modelos e marcas como Brastemp e Consul com condições especiais.

Quer saber como funciona o Compra Certa? Então confira o vídeo a seguir e aproveite para realizar sua compra utilizando cupom Compra Certa.

Agora que você já sabe onde encontrar refrigerador e freezer, vamos as principais diferenças entre esses dois produtos:

O que é um refrigerador?

Para entender qual a diferença entre freezer e refrigerador, você precisa saber o que é um refrigerador. O termo refrigerador é o nome “formal” para a mais conhecida geladeira. Aqui no Brasil temos o costume de falar “geladeira” em vez de “refrigerador”. Mas em outros países, o termo refrigerador é mais conhecido.

Entre os modelos de refrigerador há opções com congelador, com freezer, com sistema frost free ou degelo seco, entre outras combinações.

O que é geladeira frost free?

O modelo de geladeira frost free nada mais é do que uma geladeira com freezer que conta com um sistema de descongelamento automático. Isso significa que ela não junta gelo nunca!

O que é um freezer?

O freezer é um compartimento parecido com uma geladeira, mas sua principal diferença está no poder de refrigeração. Ele é muito mais potente, por isso é indicado para armazenar alimentos por bastante tempo ou alimentos mais sensíveis ao calor, como sorvete.

Diferença entre congelador e freezer

Algumas geladeiras são vendidas com congelador, em vez de freezer. A diferença entre congelador e freezer está na questão do refrigeramento. O freezer é muito mais potente. Embora o congelador ainda seja uma opção para os refrigeradores, a maioria dos modelos de geladeira abandonaram esse sistema de refrigeração e passaram a utilizar o freezer embutido.

Agora, ao falarmos qual a diferença de uma geladeira e um freezer, podemos destacar várias características importantes para sua compra. A primeira delas é que uma geladeira serve para armazenar diversos produtos, indo desde alimentos que precisam ser congelados a alimentos que devem ficar apenas sob refrigeração mínima.

Já no caso do freezer, não há um equilíbrio entre a potência de refrigeração. O que significa que se você colocar uma peça de carne para congelar no freezer e uma jarra de água para manter gelada, ambos serão congelados.

Manutenção de freezer

A manutenção de freezer depende de várias características do produto, como, por exemplo, se ele é embutido na geladeira, se é vertical ou se é horizontal. Cada modelo e marca possui sua própria assistência autorizada para realizar manutenções.

Mas o que você precisa saber em relação a esse produto, é que se você necessitar de manutenção de freezer isso significa que ele não está mais congelando como deveria. Embora o freezer seja muito parecido com um refrigerador, o conserto deste aparelho será diferente do conserto de refrigerador, podendo até mesmo ser mais caro em alguns casos.

Manutenção de geladeira

Já no caso da manutenção de geladeira, há uma certa demanda maior de técnico de geladeira, o que facilita encontrar assistências autorizadas para conserto. Você pode encontrar facilmente autorizadas para conserto de geladeira fazendo buscas na internet como “conserto de geladeira Brastemp“, “conserto de geladeira Electrolux“, ou para qualquer outra marca de geladeira.

Higienização de geladeira e freezer

A higienização de geladeira e freezer é muito semelhante. Ambos são simples de limpar, pois contam com revestimento liso no interior e no exterior do produto para facilitar a limpeza. Além disso, compartimentos, prateleiras e gavetas são removíveis para melhor higienização

.

Refrigerador ou freezer: qual é melhor?

Agora que você já sabe qual a diferença entre geladeira e um freezer, é hora de decidir qual deles fará parte da sua cozinha! Se você procura por um eletrodoméstico para congelar alimentos e manter outros sob refrigeração mínima, a melhor opção é um refrigerador. Mas se você quer apenas um compartimento grande para congelar diversos alimentos, a melhor opção é o freezer.

Coach de Carreira vale a pena?

A maioria das pessoas perguntam oque é o coaching de Carreira “como um coaching de carreira pode me ajudar?” Você pode estar se perguntando a mesma coisa. Então, vamos ver o que é coaching de carreira, ( Não confunda com Coach de Relacionamento)  e por que isso ajuda tantas pessoas. Para resolver essas questões, considere as seguintes perguntas:

  • Como você se sente sobre sua carreira?
  • Você ama ir trabalhar?
  • Você sente que alcançou todo o seu potencial?
  • Você é adequadamente compensado pelo trabalho que faz?
  • Você sente que há algo melhor para você lá fora?
  • Quais são seus objetivos de carreira de curto e longo prazo?
  • Sua carreira está alinhada com seus valores?

Com base nas suas respostas às perguntas acima, sua carreira poderia ser mais gratificante? Você poderia estar mais confiante sobre o seu futuro? Se você disse “sim”, então um coach de carreira pode ajudá-lo.

Todos merecem uma carreira recompensadora! Os coaches de carreira ajudam você a alcançar essa carreira gratificante por meio da definição de metas e do planejamento de ações. As metas podem incluir:

  • Um trabalho pagando mais alto
  • encontre uma carreira que eu ame e esteja alinhada com meus valores
  • ganhar uma promoção
  • me sinto mais ligado à minha carreira
  • passar mais tempo em casa
  • Ace uma entrevista de emprego e obter uma oferta
  • reduzir o estresse

Alcançar seus objetivos de carreira pode levar a mudanças positivas em todas as áreas de sua vida. Coaching capacita e educa você sobre como se encarregar de sua carreira e

O QUE É COACHING DE CARREIRA?

Uma definição mais formal de coaching de carreira da Federação Internacional de Coaching (ICF) afirma que um coach de carreira faz parceria com você em um processo instigante e criativo que inspira você a maximizar seu potencial pessoal e profissional. Os treinadores honram você como especialista em sua vida e trabalho e acreditam que você é criativo, cheio de recursos e completo. Com base nessa fundação, a responsabilidade do coach é:

  • Descubra, esclareça e alinhe com o que você deseja alcançar
  • Incentivar a auto-descoberta
  • Elicitar soluções e estratégias
  • Mantenha você responsável e responsável

Esse processo ajuda os clientes a melhorar drasticamente suas perspectivas de trabalho e vida, ao mesmo tempo em que aprimora suas habilidades de liderança e libera seu potencial.

Como funciona o coaching de carreira?

O QUE POSSO ESPERAR DE UM COACH DE CARREIRA?

Coaching de carreira é direito para mim?

DESCUBRA QUEM SERVIMOS E SE O COACHING DE CARREIRA É IDEAL PARA VOCÊ.

Tornar o Coaching de Carreira Bem Sucedido

EXPECTATIVAS E PREPARAÇÃO PARA VOCÊ E SEU TREINADOR.

Recursos para contratar um coach de carreira

RECURSOS PARA CONTRATAR E OBTER O MÁXIMO DE UM COACH DE

O COACHING DE CARREIRA É ADEQUADO PARA MIM?

Todo mundo precisa de um treinador. Pense em golfe ou balé ou jogando xadrez. Você não será um especialista na primeira vez que tentar. Na verdade, você pode tentar e tentar, mas pode nunca se tornar medíocre! A gestão da sua carreira é diferente? A maioria das pessoas não é educada suficientemente sobre como gerenciar suas carreiras. Mesmo assim, a maioria das pessoas não consegue se ver como os outros.

Há também um mito de que apenas vice-presidentes de alto escalão e executivos de nível C usam treinadores para ajudar em suas carreiras. Isso não é mais o caso. O coaching de carreira é hoje difundido em todas as linhas de trabalho e em todas as etapas da carreira, começando depois do ensino médio.

MAS EU JÁ TENHO UM BOM TRABALHO.

Há outro mito de que o coaching não é necessário quando você tem um emprego. Se você tem um bom trabalho ou trabalha para uma boa companhia, então você tem sorte e deve aproveitar essa oportunidade. Agora você pode começar a desenvolver sua carreira para o que você sempre quis. Cinco anos podem passar rapidamente neste trabalho – onde você estará então? Você será mais feliz e mais satisfeito?

É verdade que os coaches de carreira são amplamente conhecidos por ajudar na busca de emprego ou na transição de carreira, mas são igualmente valiosos para ajudar os clientes a aproveitarem ao máximo seu trabalho e as oportunidades na empresa para a qual ele ou ela trabalha. Os coaches de carreira ajudam você a alcançar sua visão de carreira de longo prazo ajudando-o a criar metas e os planos para alcançá-las.

A Função do Coach de Carreira é levar você a entender os principais aspectos do mercado que você deseja seguir e assim tomara melhor decisão com base nessas informações, imagine que você vá fazer uma loja online para vender camisetas gospel, o Coach de carreira vai te levar a entender o Nicho escolhido e as principais dificuldades do mesmo.

MINHA EMPRESA E MEU CHEFE NÃO VÃO CUIDAR DO MEU DESENVOLVIMENTO DE CARREIRA?

Pergunte a si mesmo: “a empresa em que você trabalha está ajudando você a atingir suas metas pessoais e profissionais?” Infelizmente, a maioria não é, no entanto, muitas empresas estão começando a fornecer treinamento para seus funcionários como uma forma de aumentar o engajamento. E quanto ao seu chefe? Infelizmente, seu chefe precisa se concentrar em seus objetivos e como você vai contribuir para eles. Espero que ele esteja interessado em seu desenvolvimento, mas eles não são responsáveis ​​por sua carreira. Tu es. É por isso que cabe a você “possuir sua carreira”.

Felizmente, o coaching de carreira é facilmente um dos investimentos mais inteligentes que você pode fazer. Por quê? Número um, porque sua felicidade está em jogo. Você gasta uma grande fatia de sua vida trabalhando e merece aproveitá-la e ser feliz. Número dois, porque um aumento em seus ganhos futuros pode facilmente cobrir o custo do coaching. Quando você encontrar a carreira certa, você fará sua marca neste mundo e será compensado de acordo com seu mérito.

Resultado da lotomania concurso 1

Hoje vamos abordar um assunto bastante comentado que são as loterias da Caixa, no artigo de hoje vamos falar sobre como foi o resultado da lotomania concurso 1.

A lotomania é um jogo bastante jogado por diversos apostadores do Brasil, pois é uma das loterias mais fáceis junto com a loteria federal e a lotofácil.

Quem nunca fez uma fézinha na Lotomania e quem é que nunca sonhou em ganhar nessa loteria não é mesmo?

Ganhar na loteria é o sonho de todo apostador, mais não é nada fácil consegui essa façanha de atingir os grandes prêmios das loterias do Brasil.

Porém,nós sabemos que, os apostadores buscam entre as melhores loterias e mais fáceis para jogar e ganhar, entre essas está a lotomania.

Mas para você que não sabe, a Loteria Federal entre todas as loterias, é a mais fácil de ganhar se comparado as probabilidades dos jogos.

Em um breve artigo, vamos falar mais sobre esse jogo, para que você entenda melhor e possa começar fazer suas apostas.

Resultado da lotomania concurso 1

No artigo de hoje vamos mostrar como foi o primeiro concurso da lotomania, mas antes vamos entender como funciona essa loteria.

Para jogar na Lotomania é bem simples, são 100 dezenas disponíveis no volante dessa loteria no qual o apostador pode escolher 50 números.

Acertando 15, 16, 17, 18, 19, 20 ou nenhuma dezena o apostador ganha prêmios. Entenda que, para ganhar na lotomania a melhor maneira é jogar em bolão ou utilizar o fechamento lotérico.

Lembre-seque, utilizar técnicas de apostas, podem aumentar suas chances de ganhar nas loterias e sair na frente de vários apostadores amadores.

Quanto custa jogar na Lotomania

Para apostar na lotomania o valor é de R$1,50 e o apostador pode escolher 50 dezenas.

Quais são os dias de sorteio da lotomania

A lotomania corre todas as Terças e Quintas à partir das 20 horas e você pode conferir todos os resultados desse e dos outros jogos, no site Sorteio Loterias.

Não deixe de acessar esse site, pois além dos resultados o site ainda fornece dicas de apostas, que vai melhorar suas chances de ganhar nas loterias.

Resultado da lotomania concurso 1

Agora que você já sabe como funciona a lotomania e os dias de sorteio, vamos ver como foi o primeiro concurso da lotomania e quanto foi pago nesse resultado.

Realiza dono dia 02 de Outubro do ano de 1999, não houve nenhum ganhador das principais premiações, o prêmio de R$178.120,31 ficou acumulado para o sorteio seguinte.

O resultado da lotomania primeiro concurso foi esse:

00-06-11-14-16
21-22-25-32-33
34-46-61-70-73
78-88-89-90-95

As premiações intermediárias ficaram da seguinte maneira: 19 dez 1 ganhador R$ 118.746,87
18 dez 46 ganhadores R$ 2.581,46
17 dez 446 ganhadores R$ 132,62

7 Dicas para decoração em Gesso

1 sanca de gesso escondendo a cortina

A decoração usando o gesso é praticamente indispensável na maioria das obras.
Isso por conta de ter inúmeras possibilidades de utilização no acabamento e também pelo custo baixo.
Normalmente usado em ambientes com viés mais modernos, o gesso pode ser utilizado em todos os estilos, dependendo da criatividade.
O gesso pode ser usado em locais contemporâneos e rústicos, agradando diferentes gostos.
Uma outra característica do gesso é a facilidade e rapidez na aplicação. Dessa forma é ótimo para quem busca agilidade na obra.
O padrão mais utilizado do gesso são as sancas, porem como dito anteriormente, ele abre um leque de opções além do obvio.
Dessa forma veja aqui algumas dicas e ideias para se inspirar.

1 Utilizar o gesso na instalação de cortinas

1 sanca de gesso escondendo a cortina

O cortineiro de gesso além de proporcionar um visual diferenciado no ambiente esconde o varão da cortina, deixando só a parte que interessa aparecendo.
Se você está pensando em utilizar um cortineiro de gesso é importante saber que existe, basicamente, dois modelos: o embutido e o sobreposto.
Após escolher o cortineiro que mais combina com a decoração da casa, é importante decidir qual é o modelo de cortina ideal.

2 Gesso em estilo toscano (Design Italiano)

Uma das marcas do estilo toscano é uma atenção aos detalhes arquitetônicos que são frequentemente negligenciados. 

Você pode trazer seu próprio visual toscano para um quarto usando um estêncil, um pouco de gesso e um pouco de tinta! 
Enquanto você pode usar molde vazado de artesanato comuns para isso, você não pode obter um design que é elevado o suficiente para ser perceptível, e há estênceis especiais de gesso projetados para este tipo de técnica. 
Depois de prender o estêncil e misturar o gesso, aplique o gesso com uma espátula e retire o estêncil. 
Uma vez seco, você pode pintar a parede usando um esmalte ou uma fina camada de tinta para dar ao design de gesso um pouco mais de definição.

3 Gesso para reparar a parede

3 Gesso_Acartonado

Imagina se você propõe a retirada de um papel de parede do seu quarto e se depara com pequenas rachaduras que são efeitos normais do tempo?
Use o gesso para agilizar o processo de reforma e gerar paredes com acabamento superior, principalmente gerado pela superfície lisa que o mesmo gera.

Forro de gesso acartonado é um tipo de acabamento que utiliza placas de gesso e perfis metálicos. Apresenta vantagens como rapidez na execução, leveza do material, facilidade de uso e qualidade do acabamento final.
O forro de gesso acartonado utiliza chapas de gesso produzidas industrialmente por meio de uma de mistura de gesso, água e aditivos. Geralmente, é utilizado em ambientes onde se deseja um acabamento final mais moderno e sofisticado sendo muito empregado em banheiros, cozinhas, salas, etc.

4 A Sanca invertida de gesso na decoração

4 sanca invertida

Para tornar um ambiente muito mais agradável e, ainda, com forte apelo estético, a sanca invertida de gesso é o componente ideal, de forma a conferir grande sofisticação e beleza, tornando os ambientes únicos.

A sanca invertida de gesso consiste numa moldura convexa que corre ao longo das paredes, próxima ao texto, sendo o componente ideal para esconder lâmpadas, que geralmente são destinadas à iluminação indireta da área, como os spots.

Trata-se, portanto, de uma cimalha, ornamenta ou simples, que permite realizar a transição do plano das paredes com o plano do teto de forma suave.

Além disso, a sanca invertida de gesso pode ter diferentes acabamentos, de acordo com cada necessidade, acompanhando o design do ambiente e conferindo um resultando diferenciado e esteticamente agradável e moderno.

5 Usando o Gesso 3 D

5 gesso 3 d

Como a oferta de tamanhos e desenhos (texturas) são variadas, os painéis de gesso 3D podem perfeitamente ser utilizados em vários ambientes.
Uma parede da sala de estar com gesso 3 D merecem uma cortina sob medida para proporcionar o acabamento perfeito.
Nos ambientes de prédios comerciais como lojas e escritórios, eles permitem a criação de uma decoração neutra e prática; para casas e apartamentos os painéis de gesso 3D podem ser usados tanto nas áreas mais pessoais como quartos e salas, quanto nos ambientes mais funcionais como cozinhas e áreas cobertas.

6 Construir um closet personalizado com gesso

6 closet com gesso

Uma outra grande ideia funcional e com um custo muito atrativo é utilizar gesso para construir o seu closet.
Algumas vantagens do closet em gesso:
Baixo custo de investimento;
Projeto totalmente personalizado;
Permite variedade de coloração e designs.

7 Utilizando o Dry Wall nas paredes

7 drywall na parede

O drywall é muito diferente das placas de gesso convencionais.

O drywall é constituído por placas de gesso acartonado, que produzem muito menos detritos na instalação. Essa característica se reflete ainda no momento de realizar reparos.
Os recortes nas plaquetas produzirão muito mais sujeira que os realizados no drywall.
Somado a isso está o fato de que o drywall pode substituir paredes convencionais em inúmeras situações, enquanto os forros de gesso têm a instalação limitada ao revestimento de tetos.

8 Em quanto tempo devo pintar o meu gesso?

1 sanca de gesso escondendo a cortina

Uma das perguntas mais comuns que surgem sobre o reboco e a pintura é quanto tempo você tem que esperar antes de pintar o novo gesso. 
Acima de tudo, as paredes recentemente rebocadas devem ser deixadas a secar completamente antes de começar qualquer pintura. 
O tempo que você deve esperar antes de pintar o novo gesso depende de vários fatores. Em primeiro lugar, usou placas de gesso ou gesso?
A placa de gesso leva em média 2-3 dias para secar quando estucada, enquanto que o gesso de direto na parede demora de 4 a 6 dias.
Não importa qual material você tenha usado, é aconselhável esperar pelo menos uma semana antes de pintar o novo gesso. 
Você deve garantir que não haja manchas escuras na sua superfície recém-gessada antes de tentar pintá-la. 
Uma cor clara uniforme é um sinal chave de que seu gesso secou completamente. 
Mesmo que o seu reboco mostre apenas algumas pequenas manchas escuras, você só deve começar a pintar quando elas desaparecerem.

Existem diversas aplicações do gesso. Então o melhor é aproveitar a possibilidade que encaixa na sua demanda.

Regular o poder da luz, vital para diminuir as contas

Ajustar a energia elétrica significa uma economia de 145 reais por ano sem esforço.

energia coelba
Economizar energia coelba

O Natal está muito próximo e muitos de nós já estão pensando em todas as despesas que estão se aproximando: refeições especiais, presentes para toda a família e o consumo extra de luz e gás para tornar a nossa casa um lugar confortável para nós e nossos hóspedes.

Portanto, é normal que neste ponto consideremos o que podemos fazer para ter sob controle as receitas de eletricidade sem parar para colocar o aquecimento ou acender as luzes . Para deixar dúvidas, neste artigo vamos explicar qual é a proposta de baixar a conta de luz imediatamente.

O poder da luz, o inimigo do inimigo

Apague as luzes toda vez que sair de um quarto, desconecte os dispositivos eletrônicos que não usamos ou troque todos os bulbos por aqueles que consomem menos. Esses são alguns dos truques mais óbvios se quisermos manter nossa conta de eletricidade coelba sob controle . No entanto, nem sempre podemos gastar menos energia ou teremos essa margem de melhora no nosso modo de consumir. Como podemos reduzir nossas receitas se estamos nessa situação?

A maneira de ver uma economia instantânea sem mudar muito nossos hábitos é reduzir a energia elétrica. Sendo um custo fixo, não importa quanto consumamos, já que sempre pagaremos o mesmo por isso.

Claro, não podemos passar; caso contrário, o diferencial irá pular. Assim, por exemplo, se tivermos contratado um fluxo elétrico de 5,75 kW, pagaremos esse conceito 18,23 euros por mês (sem impostos); enquanto, se optarmos por reduzir o poder em um passo até 4,6 kW, pagaremos 14,58 euros / mês. Embora a diferença seja pequena (cerca de 44 euros por ano), devemos ter em mente que teremos que adicionar impostos.

O que acontece se passarmos a energia elétrica?

Solicitar uma redução de energia é simples, embora não seja um procedimento gratuito. Na maioria dos distribuidores, que são as empresas responsáveis ​​por esse procedimento, nos cobram cerca de 11 euros pela execução . A vantagem é que o custo é o mesmo, independentemente de quantos kW baixamos.

Por outro lado, se passarmos para baixo e tivermos que enviá-lo novamente, essa ação é muito mais cara. Aumentar o poder significará um desembolso de cerca de 45 euros por kW extra que nós aumentamos, bem como cerca de 10 euros no conceito de adaptação elétrica.

Em suma, devemos pensar muito bem o que vamos precisar para encontrar a melhor potência, porque aumentá-la novamente é um bom aperto.

Como escolher o poder certo desde o começo

Diminuir o poder da luz é o conselho mais comum que oferece aos consumidores mais economia. No entanto, este conceito não tem muito espaço para melhorias nos dias de hoje. O principal problema é que o sistema tem o que é conhecido como potências padronizadas , que são fixas para todos os clientes. Assim, podemos escolher entre valores padrão que variam em etapas de 1,15 kW.

Diante dessa situação, o mais usual é que acabamos contraindo um fluxo superior ao que realmente precisamos, por medo de ficar aquém e de saltar o diferencial. Mas nós realmente vamos pagar mais a cada mês? Depende de como somos metódicos.

Se somos pessoas ordeiras e rigorosas com nossas rotinas, podemos estimar o kW que podemos conectar ao mesmo tempo. Ou seja, para ver quanta eletricidade os dispositivos que acreditamos usar ao mesmo tempo (máquina de lavar roupa, termostato de água quente, televisão, radiador elétrico ou unidade de ar condicionado, etc.) exigem e adicionam. Desta forma, teremos uma estimativa do poder que nossa casa precisará no máximo , e talvez possamos contratar um valor menor que o recomendado pelo comercial.

Devo aceitar um presente do meu banco?

Quem nunca ofereceu um presente em troca de algo de um banco? Se negligenciarmos, podemos deixar um ramo com uma louça, uma televisão e um cheque de 100 reais debaixo do braço.

Mas em troca de quê? As entidades vêm utilizando a tática dos presentes há décadas para seduzir novos clientes , mas, em contrapartida, o cliente deve aceitar uma série de condições que ele ou ela nem sempre conhece, como compromissos de permanência, e enfrentar uma série de problemas. despesas que não contavam. Neste artigo , temos os requisitos e despesas mais comuns para analisar se vale a pena, ou não, aceitar esses presentes dos bancos .

Folha de pagamento, nossa moeda

A maioria dos presentes dados pelos bancos destina-se a novos clientes que contratam uma conta de folha de pagamento e pagam sua renda regular. A folha de pagamento presentes doméstico variando de dinheiro em dinheiro até assinaturas livre para plataformas de streaming como HBO, televisores , óculos de sol ou lâmpadas.

Também no final do ano, é comum os bancos estenderem essa política aos planos de pensão , especificamente aos clientes que transferem seus planos de outra entidade. Neste caso, o presente consiste no pagamento de uma porcentagem do dinheiro transferido.

Em qualquer caso, os presentes nunca são para nada. Se conseguirmos los para contratar uma conta corrente, é provável que pelo menos a debitar a nossa folha de pagamento ou pensões e cuidado!, Porque o banco pode exigir que os activos têm um valor mínimo. E talvez tenhamos que atender a algumas condições extras, como cobrar um número mínimo de recibos por mês ou trimestre ou fazer uso mínimo do cartão de crédito associado.

Se os presentes são para a transferência de um plano de pensão, é mais provável que para acessá-los a transferência terá que ser um valor mínimo e o plano de destino terá que ser escolhido a partir de uma lista fechada da entidade.

Presentes em troca de fidelidade

Esses bancos são sempre acompanhados por um parceiro silencioso: a permanência . Ou seja, se nós aceitar o telefone móvel, tablet ou talheres sua vez, se comprometem a ser fiéis à entidade durante um período que pode ser apenas um alguns meses ou até para quatro ou cinco anos , dependendo sobre o valor do presente .

Mas não consiste apenas em ser um cliente durante esse tempo, mas em manter as mesmas condições que foram assinadas no momento da aceitação do presente (saldo mínimo em um plano de pensão, folha de pagamento domiciliada, etc.).

O problema surge quando você não consegue manter os requisitos de vinculação durante o período que permanece, por exemplo, porque estamos desempregados e não temos mais uma folha de pagamento para entrar. Nesse caso, o contrato contempla uma penalidade econômica que varia de acordo com o custo do presente e o tempo restante até o final da estadia.

Custos de envio, o banco ou nós estamos pagando?

Se o presente é um pagamento em dinheiro em nossa conta corrente (uma estratégia muito na moda nos últimos tempos), não há custos de envio para se preocupar. Mas se o presente é um objeto físico, como uma televisão, duas coisas podem acontecer: que ela chegue ao nosso ramo, e que nós somos os encarregados de levá-lo para casa; ou fazê-lo à nossa porta, caso em que teremos que questionar a entidade sobre quem é responsável pelos custos de envio: nós ou o banco?

Devemos perguntar a entidade que lida com o transporte e, no caso de executar por conta própria e todos nós queremos para salvar, podemos pedir-lhes para enviar o presente para o escritório e tem-nos que levamos.

Os presentes também taxam

Os presentes, como os interesses de uma conta ou depósito, não estão isentos de impostos. Geralmente, são considerados rendimentos de capital móvel e tributados a 19%. A conta de depósito que o banco pratica quando você nos dá um presente pode ser às nossas custas ou em nome da entidade (este ponto é especificado nas bases de cada promoção). A diferença é considerável, especialmente se o presente for um objeto físico .

Um exemplo. Se abrirmos uma conta corrente e nos der 100 reais em dinheiro, pode ser: que os 100 reais são brutos e, na realidade, recebemos 81 reais, já que o banco detém 19 para o Tesouro; ou que os 100 reais sejam líquidos e que a entidade se encarregue dos 19 reais devidos à Administração.

Se este é um objeto em vez de dinheiro, a questão é complicada, porque se nós, que têm de suportar os impostos, veremos uma taxa sobre a nossa conta: nós foram removidos do nosso balanço para resolver tributação presente

Então, os presentes bancários valem a pena?

Primeiro, teremos que avaliar se o relacionamento e a permanência necessários são aceitáveis, assim como nossa rotina habitual. Se não gostamos de mudar de banco com muita frequência, podemos não nos importar em “casar” a entidade por alguns anos em troca de um presente.

Mas o presente é interessante? Se é um objeto que precisamos e não queremos esperar, então pode ser uma boa opção. Mas por outro lado, vale a pena perguntar se seria mais rentável para abrir uma conta com salário e sem permanência que iria permitir-nos a ganhar em juros semelhante ao valor da quantidade presente.

Devemos também verificar quem é responsável pelos impostos e custos de envio e, acima de tudo, comparar, pois pode haver diferenças consideráveis ​​entre várias entidades que dão um presente semelhante, especialmente em relação à permanência, as condições de ligando e as comissões dos produtos que têm que contratar.

Principais causas de incêndio em residências

Principais causas de incêndio em residências

Os incêndios em residências são um dos principais acidentes domésticos recorrentes que resultam de falta de cuidados com o lar e falta de atenção aos detalhes.

As consequências desses acontecimentos podem ser devastadoras, colocando em risco a vida de sua família e toda a sua casa e bens.

Por isso, preparamos um alerta neste artigo com as principais causas de incêndio em residências e o que você deve fazer para evitá-los. Leia e confira!

Principais causas de incêndio em residências

Foto criada por topntp26 – www.freepik.es

 

Acidentes domésticos

Os acidentes domésticos lideram a lista de causas de mortes de crianças no Brasil.

Os perigos da falta de cuidado, atenção ou manutenção de aparelhos e sistemas da casa são os motivos mais comuns para o surgimento dessas ocorrências.

As crianças são geralmente mais atingidas, por não terem noção de perigo e estarem mais suscetíveis aos riscos e acidentes.

No entanto, no caso de acidentes como os incêndios em casas, tanto crianças quanto adultos ou idosos estão altamente expostos ao risco de vida.

Afinal, além do fogo, o incêndio também produz uma fumaça tóxica que pode levar a pessoa a inconsciência, ficando impossibilitada de sair do local.

Além dos riscos à vida, os incêndios em casas geram um enorme prejuízo com perda de imóvel e bens de seu lar.

O trauma causado por esse acontecimento pode ser muito difícil de ser superado. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de evitar esses perigos.

Perigos associados a falta de cuidado e atenção

Os cuidados com eletricidade são essenciais para proteger sua família e seu lar.

Fazer vista grossa sobre aparelhos antigos ou com defeito, instalações em situação precária, tomadas sem proteção e fios expostos, são exemplos de falta de cuidado que mais geram acidentes domésticos.

A falta de atenção na manutenção desses aparelhos e de outros, como disjuntores e fuzíveis, também são causadoras de incêndio em casas.

Nessas horas, é preciso levar a sério o ditado popular que diz que é melhor prevenir do que remediar. Afinal, as consequências desses acidentes podem ser irreversíveis e irrecuperáveis.

Principais causas de incêndios em residências

Confira a seguir as principais causas de incêndios em residências e como evitar esses perigos:

Excesso de carga elétrica

Se você ou as pessoas em sua casa tem o hábito de ligar vários aparelhos em uma mesma tomada, sua casa está exposta ao perigo.

A utilização de conexões múltiplas, como benjamins ou “t’s” podem causar um superaquecimento dos condutores de energia.

Como esses condutores não estão preparados para receber muita carga ao mesmo tempo, o excesso pode causar acidentes como explosões e incêndios.

Além disso, há o risco de descarga elétrica para pessoas que estiverem próximas ao conector.

Mau contato em aparelhos

Os aparelhos com mau contato tendem a produzir faíscas e centelhas. Além disso, também sofrem um processo de superaquecimento.

Essas faíscas ou centelhas podem ser o foco de um incêndio de grandes proporções, além da possibilidade de explosões e choques elétricos.

Se você possui itens em casa que estão com esses defeitos e apresentam mau contato, troque ou repare-os imediatamente!

Os perigos de manter esses aparelhos em seu lar e prosseguir com o uso são iminentes.

Dispositivos ligados 24 horas

Com o uso constante de eletrodomésticos ou eletrônicos, como celulares e computadores, a população tem desenvolvido o hábito de permitir que os aparelhos fiquem conectados à tomada 24 horas.

Além disso, algumas pessoas deixam carregadores ligados 24 horas ou por um grande período, mesmo sem estarem conectados a nenhum dispositivo.

Essa atitude contribui para que haja um superaquecimento dos conectores e dos aparelhos, sendo também um dos grandes motivos de explosões e incêndios em casas.

Além disso, manter aparelhos ligados à tomada e deixar a outra ponta livre, é um grande risco à vida de crianças ou adultos que entrarem em contato com essa corrente elétrica disponível.

Superaquecimento

O superaquecimento dos aparelhos é a maior causa de acidentes domésticos ligados à incêndios em casas.

Os perigos desse defeito são muitos, desde queima dos aparelhos à explosões e incêndios.

Ao notar que qualquer eletrônico ou eletrodoméstico está esquentando além do normal em sua casa, é preciso analisá-lo imediatamente.

Se o problema persistir, será necessário realizar o reparo ou a troca dos itens que apresentam essa característica.

As principais medidas a serem tomadas para evitar incêndios em casas, é dar atenção e tomar os devidos cuidados com eletricidade em seu lar.

Como evitar?

A melhor maneira de evitar os acidentes domésticos causados por incêndio em seu lar e proteger sua família, é realizando checagens periódicas de seus aparelhos e realizando a manutenção de suas instalações.

A ajuda de um profissional nessas horas é imprescindível! Contatar um eletricista é muito importante para que ele possa diagnosticar os problemas de forma assertiva e eficiente.

Esse profissional possui a qualificação ideal para resolver seus problemas e orientar o que precisa ser reparado ou substituído, para evitar os perigos em sua casa.

Se ao ler esse artigo você identificou que sua vida e seu lar estão em risco, clique aqui e encontre agora mesmo um eletricista pertinho de você!