Como Escolher Uma Escola Para o Meu Filho Estudar?

Como sabemos, por conta da pandemia de coronavírus as crianças e os adolescentes não estão tendo aulas presenciais desde o mês de março.

Porém, mesmo com essa condição imposta pela covid-19, é importante saber como escolher uma escola para seus filhos.

Isso porque, com o passar do tempo os filhos começam a crescer e muitas coisas passam pela cabeça dos pais, sendo uma delas referente à instituição de ensino que a criança irá estudar. 

Afinal, como escolhê-la e o que avaliar antes de tomar uma decisão?

A escola

Seja em um escola infantil particular ou pública, a escola é um ambiente de extrema importância para o aprendizado e desenvolvimento de qualquer criança. 

Por exemplo, é nela que a crianças estarão com pessoas diferentes e desconhecidas, terão a oportunidade de conhecê-las e de se relacionar com elas, enfrentarão obstáculos e desafios, aprenderão sobre diversos assuntos e muito mais!

Mas então, o que é preciso fazer/avaliar antes de tomar uma decisão?

Lista e referências

A primeira dica é: faça uma lista com as escolas que ficam localizadas próximas ao lugar que você mora e comece a pesquisar sobre elas.

Hoje, com a internet, é possível ver os sites, as redes sociais e o que as pessoas estão falando sobre a escola.

Além disso, busque referências, converse com outros pais e crianças e ouça o que eles têm a dizer, pois isso já servirá como um bom guia para a sua escolha.

Crenças e valores

A partir desta lista, descarte aquelas instituições de ensino que não tiveram boas recomendações/avaliações e também as que não estão de acordo com as suas crenças e valores.

Afinal de contas, as escolas são diferentes, algumas são mais tradicionais, outras mais modernas… então é importante avaliar essa questão para não haver arrependimento posteriormente.

Questão de horários

Outro ponto relevante a se pensar antes de definir uma escola para um filho é no período que a criança vai ficar na escola, ou seja, meio período, integral, semi-integral ou flexível.

Isso porque cada escola possui um tipo de horário. Por exemplo, nem todas possuem período integral. Portanto, avalie bem essa questão antes de tomar uma decisão.

Orçamento

Muitas famílias não conseguem arcar com altos custos das mensalidades e por isso é importante buscar por escolas que caibam no orçamento. 

Além disso, vale a pena verificar se a instituição oferece algum programa de bolsas e descontos (em caso de irmãos, por exemplo).

Visitas

Após separar as escolas que vocês consideraram mais alinhadas com o perfil da família, visite-as e não deixe de questionar sobre tudo que tenha dúvida, e principalmente, pergunte quais são as propostas pedagógicas da escola.

Além disso, durante a visita fique atento(a) às estruturas, o espaço da escola, se há extintores de incêndio, como é a limpeza, a organização e como os funcionários atendem vocês, ou seja, se são educados, receptivos, entre outros aspectos.

Sintonia entre pais e filho(a)

Por fim, antes de tomar qualquer decisão é importante que haja uma conversa entre pais e filho(a) para que todos estejam em sintonia sobre a escolha da instituição de ensino. 

Peguem um dia, sentem, conversem, ouçam as opiniões e dialoguem com calma para entrarem em um consenso e assim escolher a que mais se adequa ao perfil de todos.

Dessa forma, escolher uma escola para o seu filho ou sua filha será menos complicado e mais assertivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *