Como usar e-mail marketing na comunicação de uma igreja

O e-mail marketing é considerado hoje como um dos principais e mais importantes meios de comunicação entre as pessoas, empresas e até igrejas.

Já chegou a ser visto como uma estratégia intrusiva e nada bem-vinda, mas graças aos avanços do Marketing Digital, tornou-se um excelente canal para entregar a mensagem para as pessoas certas.

Além disso, é um canal seguro e eficiente, uma vez que quase mais de 90% dos usuários da internet têm pelo menos uma conta de e-mail. 

Mas todo esse processo de envio de e-mail marketing é feito de maneira direcionada e com pessoas que realmente estejam interessadas.

Todas as organizações têm o seu público-alvo específico, e com as igrejas não é diferente. Uma paróquia tem assuntos que são do interesse de pessoas que frequentam o local, e ela precisa se comunicar com os paroquianos de alguma maneira.

Por que não o e-mail? Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre o que é e-mail marketing, como ele pode ser vantajoso para uma igreja, além de dar dicas de conteúdos que podem ser veiculados por ele. Acompanhe a leitura!

O que é e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma das mais importantes estratégias de Marketing Digital, que estabelece a comunicação entre instituições e seu público-alvo via e-mail.

O disparo de e-mails é feito após uma segmentação dos contatos, juntamente com ferramentas de automação, que escalam o processo e personalizam as mensagens.

Uma empresa de instalação de elevador automotivo hidráulico pode usar essa estratégia para veicular diversas mensagens, tais como:

  • Ofertas;
  • Promoções;
  • Confirmação de compra;
  • Newsletter.

Só que não apenas as empresas podem usar esse recurso, como também as igrejas, para veicular informações como calendário de eventos, missas, divulgação de serviços à comunidade, dentre outras possibilidades.

Antigamente, tanto as pessoas quanto as instituições viam o e-mail marketing como uma comunicação intrusiva, e rapidamente descartavam a mensagem. Mas essa estratégia evoluiu, juntamente com o Marketing Digital.

Isso acabou transformando o e-mail marketing em uma das maneiras mais pessoais de se comunicar, por meio de uma troca direta de mensagens.

Vantagens do e-mail marketing para as igrejas

Nos últimos anos, as redes sociais foram os canais de mídia que mais atraíram a atenção das instituições, incluindo as paróquias. 

É compreensivo, pois se uma empresa faz uma publicação sobre afiadora de faca, rapidamente esse conteúdo é visto e compartilhado.  

No entanto, o e-mail marketing não perdeu sua relevância, pelo contrário, ganhou mais notoriedade, por conta dos benefícios que ele traz para igrejas e para qualquer instituição que o utilize, tais como:

1 – Grande alcance

Como mais de 90% das pessoas que usam a internet possuem um endereço de e-mail, a tendência é que esse número cresça ainda mais, afinal, mesmo para criar um perfil em uma rede social, baixar um conteúdo ou logar em um site, é necessário ter uma conta de e-mail.

Por isso, é garantido que todos os frequentadores de uma igreja tenham pelo menos um endereço de e-mail que possam usar. 

Raras exceções não terão, o que significa que o estabelecimento terá em mãos um contato importante de seus fiéis.

2 – Alcance previsível

Outra vantagem do e-mail marketing é a possibilidade de prever quantas pessoas receberão uma mensagem, ao contrário do que acontece nas redes sociais.

Por exemplo, se uma escola de dança enviou e-mail para 100 pessoas, ela tem certeza que todas as cem irão receber. O contrário só aconteceria de dentre esses destinatários algum estiver incorreto ou com problemas no e-mail.

Por outro lado, se esta mesma escola possui 100 seguidores de seu perfil nas redes sociais e publicar um conteúdo, apenas uma parte deles vai ver o que ela publicou.

Isso acontece por conta dos algoritmos dessas plataformas que definem qual conteúdo é mais relevante para uma pessoa.

3 – Formato flexível

O e-mail tem muitas possibilidades de formato de conteúdos, perfeitos para igrejas, empresas, profissionais e pessoas. Neles, é possível incluir textos, imagens, gifs e muitos outros itens.

Templates e elementos gráficos também são possíveis, dessa forma, a igreja consegue personalizar a mensagem de acordo com seu objetivo e até mesmo torná-la mais pessoal.

Também é possível incluir links, então, supondo que uma agência de turismo tenha criado uma publicação sobre a qualidade do lençol de hotel ideal e queira divulgá-lo, ela pode incluir o link da publicação no corpo do e-mail.

4 – Baixo investimento

Sabemos que o orçamento de muitas igrejas é curto, o que faz com que elas tenham que encontrar opções boas e baratas para se comunicar com seus paroquianos.

O e-mail marketing é uma dessas opções, que exigem apenas três itens para funcionar bem, sendo: um endereço de e-mail, uma ferramenta de automação e alguém que se dedique à tarefa.

É importante escolher uma boa ferramenta de e-mail marketing, e existem muitas gratuitas. Mas, se a igreja optar por uma paga, o valor investido ainda não é alto.

Melhores estratégias de e-mail marketing para igrejas

É difícil pensar que algo que seja bom para uma empresa de coleta de resíduos industriais também tenha benefícios para as paróquias. 

Mas como visto no tópico anterior, o e-mail marketing é muito vantajoso para quem o utiliza.

Só que para ter acesso a todos os benefícios, é importante que a igreja saiba trabalhar adequadamente com ele. E dentre as principais estratégias que podem ser usadas estão:

1 – Produção de conteúdo relevante

A igreja não precisa mandar e-mail apenas quando a intenção for informar o frequentador sobre algum evento ou qualquer outro acontecimento. 

O e-mail também pode conter conteúdos relevantes a respeito de assuntos relacionados à igreja.

Produzir conteúdos ricos e que abordam de maneira aprofundada pautas que são do interesse do público da igreja é uma excelente maneira de manter os fiéis interessados e aumentar o engajamento deles.

Por exemplo, uma joalheria pode criar um material que fale sobre aliança ouro 18k personalizada, suas vantagens, de que maneira é fabricada, em que ocasiões é recomendada etc.

Uma igreja católica pode seguir a mesma ideia, e criar conteúdos que falem sobre seus costumes. Por exemplo, qual a história daquela igreja, quais os santos padroeiros, curiosidades sobre santidades brasileiras etc.

Também pode criar materiais exclusivos para ações, eventos e outros acontecimentos, de modo a manter os frequentadores sempre por dentro de assuntos que são do interesse deles.

Depois, é só enviar esses conteúdos ou o link do blog por e-mail para que ele seja divulgado a todos os membros da igreja.

2 – Divulgação de eventos

Algo muito comum entre as igrejas são os eventos, principalmente os beneficentes. Uma assembleia pode, por exemplo, organizar o dia da pizza para arrecadar fundos e ampliar o espaço onde será construído um salão paroquial.

Só que para o evento dar certo e conseguir os recursos suficientes, o evento precisa ser divulgado. E pelo e-mail é possível fazer isso, incluindo no conteúdo do e-mail informações a respeito de outros detalhes, como a data, hora e local do evento.

Quando a festa estiver mais próxima de acontecer, a igreja pode enviar um e-mail em formato de lembrete. 

Assim faria uma empresa de instalação de tela aço carbono perfurada, para lembrar seu cliente a respeito da data combinada para instalação.

3 – Comunicação direta com o público

É comum que as igrejas tenham um mural de informações que os fiéis podem consultar, para ficar por dentro de todos os acontecimentos e do que lhes interessa. No entanto, hoje em dia, as pessoas não têm tempo de ir até o local exclusivamente para isso.

Com a ajuda do e-mail marketing, o fiel terá acesso a tudo sobre a paróquia do conforto de seu lar, com muito mais rapidez, praticidade e tranquilidade.

Se alguma dúvida vier a surgir, o paroquiano precisa somente responder ao e-mail e se comunicar com a igreja. 

Portanto, mais do que apenas informar e divulgar, o e-mail é uma ferramenta de comunicação direta, que facilita a troca de ideias e informações entre frequentadores e instituições religiosas.

Conclusão

Para uma fabricante de porta de vidro banheiro, o e-mail marketing já não é mais nenhuma novidade, e a empresa sabe que trata-se de um dos principais canais de comunicação com seu público-alvo.

Para algumas igrejas, ainda é um processo que está no seu início, mas que tem trazido muita praticidade e vantagens para o dia a dia delas. 

E não somente das igrejas, como também de seus frequentadores que agora ficam por dentro de tudo de um jeito mais rápido.

Dessa forma, mais do que uma simples maneira de mandar um recado, o e-mail se tornou, para as igrejas, uma maneira inteligente e econômica de se comunicar com a sociedade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *