Principais causas de incêndio em residências

Os incêndios em residências são um dos principais acidentes domésticos recorrentes que resultam de falta de cuidados com o lar e falta de atenção aos detalhes.

As consequências desses acontecimentos podem ser devastadoras, colocando em risco a vida de sua família e toda a sua casa e bens.

Por isso, preparamos um alerta neste artigo com as principais causas de incêndio em residências e o que você deve fazer para evitá-los. Leia e confira!

Principais causas de incêndio em residências

Foto criada por topntp26 – www.freepik.es

 

Acidentes domésticos

Os acidentes domésticos lideram a lista de causas de mortes de crianças no Brasil.

Os perigos da falta de cuidado, atenção ou manutenção de aparelhos e sistemas da casa são os motivos mais comuns para o surgimento dessas ocorrências.

As crianças são geralmente mais atingidas, por não terem noção de perigo e estarem mais suscetíveis aos riscos e acidentes.

No entanto, no caso de acidentes como os incêndios em casas, tanto crianças quanto adultos ou idosos estão altamente expostos ao risco de vida.

Afinal, além do fogo, o incêndio também produz uma fumaça tóxica que pode levar a pessoa a inconsciência, ficando impossibilitada de sair do local.

Além dos riscos à vida, os incêndios em casas geram um enorme prejuízo com perda de imóvel e bens de seu lar.

O trauma causado por esse acontecimento pode ser muito difícil de ser superado. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de evitar esses perigos.

Perigos associados a falta de cuidado e atenção

Os cuidados com eletricidade são essenciais para proteger sua família e seu lar.

Fazer vista grossa sobre aparelhos antigos ou com defeito, instalações em situação precária, tomadas sem proteção e fios expostos, são exemplos de falta de cuidado que mais geram acidentes domésticos.

A falta de atenção na manutenção desses aparelhos e de outros, como disjuntores e fuzíveis, também são causadoras de incêndio em casas.

Nessas horas, é preciso levar a sério o ditado popular que diz que é melhor prevenir do que remediar. Afinal, as consequências desses acidentes podem ser irreversíveis e irrecuperáveis.

Principais causas de incêndios em residências

Confira a seguir as principais causas de incêndios em residências e como evitar esses perigos:

Excesso de carga elétrica

Se você ou as pessoas em sua casa tem o hábito de ligar vários aparelhos em uma mesma tomada, sua casa está exposta ao perigo.

A utilização de conexões múltiplas, como benjamins ou “t’s” podem causar um superaquecimento dos condutores de energia.

Como esses condutores não estão preparados para receber muita carga ao mesmo tempo, o excesso pode causar acidentes como explosões e incêndios.

Além disso, há o risco de descarga elétrica para pessoas que estiverem próximas ao conector.

Mau contato em aparelhos

Os aparelhos com mau contato tendem a produzir faíscas e centelhas. Além disso, também sofrem um processo de superaquecimento.

Essas faíscas ou centelhas podem ser o foco de um incêndio de grandes proporções, além da possibilidade de explosões e choques elétricos.

Se você possui itens em casa que estão com esses defeitos e apresentam mau contato, troque ou repare-os imediatamente!

Os perigos de manter esses aparelhos em seu lar e prosseguir com o uso são iminentes.

Dispositivos ligados 24 horas

Com o uso constante de eletrodomésticos ou eletrônicos, como celulares e computadores, a população tem desenvolvido o hábito de permitir que os aparelhos fiquem conectados à tomada 24 horas.

Além disso, algumas pessoas deixam carregadores ligados 24 horas ou por um grande período, mesmo sem estarem conectados a nenhum dispositivo.

Essa atitude contribui para que haja um superaquecimento dos conectores e dos aparelhos, sendo também um dos grandes motivos de explosões e incêndios em casas.

Além disso, manter aparelhos ligados à tomada e deixar a outra ponta livre, é um grande risco à vida de crianças ou adultos que entrarem em contato com essa corrente elétrica disponível.

Superaquecimento

O superaquecimento dos aparelhos é a maior causa de acidentes domésticos ligados à incêndios em casas.

Os perigos desse defeito são muitos, desde queima dos aparelhos à explosões e incêndios.

Ao notar que qualquer eletrônico ou eletrodoméstico está esquentando além do normal em sua casa, é preciso analisá-lo imediatamente.

Se o problema persistir, será necessário realizar o reparo ou a troca dos itens que apresentam essa característica.

As principais medidas a serem tomadas para evitar incêndios em casas, é dar atenção e tomar os devidos cuidados com eletricidade em seu lar.

Como evitar?

A melhor maneira de evitar os acidentes domésticos causados por incêndio em seu lar e proteger sua família, é realizando checagens periódicas de seus aparelhos e realizando a manutenção de suas instalações.

A ajuda de um profissional nessas horas é imprescindível! Contatar um eletricista é muito importante para que ele possa diagnosticar os problemas de forma assertiva e eficiente.

Esse profissional possui a qualificação ideal para resolver seus problemas e orientar o que precisa ser reparado ou substituído, para evitar os perigos em sua casa.

Se ao ler esse artigo você identificou que sua vida e seu lar estão em risco, clique aqui e encontre agora mesmo um eletricista pertinho de você!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *