Saiba mais sobre Marketing de Relacionamento

O Marketing de Relacionamento, como o próprio nome sugere, é uma estratégia que visa melhorar a proximidade das empresas com o público, com o principal objetivo de fidelizar os clientes e garantir a satisfação dos consumidores.

Desse modo, a intenção é promover um relacionamento saudável, para que as empresas possam se destacar em um mercado cada vez mais exigente e competitivo.

Afinal de contas, todo mundo gosta de ser bem atendido em uma loja, conversar com vendedores simpáticos e fazer uma compra repleta de benefícios – fatores que são a base de todo o plano de marketing de relacionamento.

Por isso, qualquer empresa, seja ela um pequeno negócio de roupas, um profissional autônomo que dá aula de violão para iniciantes, ou uma grande multinacional, pode incluir o marketing de relacionamento dentro de seus projetos de divulgação.

O artigo de hoje vai mostrar mais sobre o que é marketing de relacionamento e dar dicas de como aplicar a estratégia. Acompanhe!

Mas, afinal de contas, o que é esse tal de Marketing de Relacionamento?

O marketing de relacionamento consiste em um conjunto de ações com a intenção de criar e manter um relacionamento positivo entre empresa e cliente. 

Assim, a proximidade é reforçada com a oferta de benefícios, que asseguram a fidelidade dos consumidores.

Ou seja, o grande objetivo do marketing de relacionamento é transformar os clientes em fãs da marca, para que eles possam colaborar com a divulgação, ao recomendar a sua empresa para outras pessoas.

Imagine, por exemplo, que você está buscando por uma criolipólise de placas, mas se deparou com uma grande afinidade de clínicas de estética. Diante disso, você resolveu optar por um estabelecimento indicado por uma amiga, pois ela disse que o serviço era ótimo, com bons preços e um atendimento diferenciado.

Isso é marketing de relacionamento!

A estratégia engloba alguns pontos principais, como:

  • Construção forte da marca;
  • Fidelização dos clientes;
  • Criação de autoridade no mercado;
  • Contato com o público em diferentes canais;
  • Comunicação próxima com os clientes.

O marketing de relacionamento cria uma relação contínua e progressiva com cada pessoa. Para isso, a estratégia pode fazer o uso de várias ferramentas, desde técnicas mais básicas até métodos elaborados, dependendo das necessidades de cada empresa.

Desse modo, ao construir uma boa fidelização dos clientes, a empresa torna-se referência no mercado, sendo possível conquistar novos consumidores e mostrar o diferencial da marca para o público.

5 dicas para implantar o Marketing de Relacionamento na sua empresa

Para criar um plano efetivo de marketing de relacionamento, o primeiro passo é implantar uma cultura de fidelização dos clientes junto aos funcionários, colaboradores e parceiros. 

Com isso, desde o primeiro contato, é possível estabelecer um bom relacionamento com os consumidores.

Quer dizer, o foco do marketing de relacionamento deve ser pensado para o cliente, desde o sistema de atendimento até o pós-venda, para que essa proximidade seja estendida para próximas operações, seja em produtos ou em serviços.

Abaixo, separamos algumas dicas de como implementar o marketing de relacionamento na sua empresa, que servem para qualquer negócio, incluindo serviços como quiropraxia preço diferenciado. Confira!

1 – Conheça os seus clientes

Já que o marketing de relacionamento é voltado aos clientes, é importante conhecê-los. Isso pode ser feito através de uma pesquisa de mercado, ou com a coleta de dados estatísticos sobre os consumidores.

Outra forma de conhecer os seus clientes é por meio de pesquisas de opinião. Por exemplo, depois de uma aula de música, você pode pedir o feedback do aluno, perguntar sobre o que ele gostou, quais são as críticas, etc.

As pesquisas de opinião podem ser associadas com algum benefício, como por exemplo, brindes ou participação em sorteios. Isso garante que as pessoas respondam mais e, com isso, a empresa tem à disposição uma grande quantidade de dados sobre os clientes.

2 – Faça a segmentação e personalize

O banco de dados dos clientes é fundamental para conhecê-los, mas ele costuma ter diversas informações, que devem ser bem utilizadas. Quer dizer, é preciso saber o que fazer com esses dados.

Um dos critérios para um relacionamento de qualidade é segmentar os perfis, segundo características mais relevantes, criando abordagens mais personalizadas.

Por exemplo, talvez o perfil de clientes que se interessam por um led para piscina seja diferente de um consumidor interessado em outro tipo de iluminação. Assim, ao conhecer as necessidades de cada um, fica mais fácil criar campanhas direcionadas.

Quanto mais detalhada for a segmentação, maiores chances a empresa tem de atingir o cliente ideal.

Leia também: As melhores estratégias de marketing para o ramo industrial

3 – Crie campanhas que incentivam o retorno

Uma maneira muito efetiva de construir um bom relacionamento com seus clientes é fazê-los voltar à comprar com você, por meio de ações que incentivam o retorno, como os programas de fidelidade.

Nestes programas, o cliente adquire um produto, como uma tinta impermeabilizante, e acumula pontos que podem ser revertidos em desconto nas próximas compras. 

Isso faz com que ele sinta a necessidade de comprar de novo, o que ajuda a aumentar as vendas, mas também abre oportunidades para entender melhor o cliente.

As pesquisas de satisfação com benefícios como brindes, também ajudam a incentivar o retorno dos clientes.

4 – Invista na produção de conteúdo especializado

A produção de conteúdo também é uma ótima aliada do marketing de relacionamento. 

Uma das ferramentas mais poderosas é o e-mail marketing, que permite o envio de materiais diretamente aos clientes, de acordo com o perfil de cada um.

Desse modo, é possível criar uma relação de proximidade orgânica, além de contribuir com ações de pós-venda. 

Por exemplo, depois da venda de um gerador eólico, a empresa pode enviar e-mails com dicas de manutenção do equipamento, cuidados, entre outros temas relacionados.

Cartões de parabéns e envio de mensagens em datas comemorativas, por e-mail, também é uma maneira de contribuir com a relação de proximidade.

As ferramentas de automação de marketing podem ajudar muito na produção de conteúdo em e-mail marketing. Elas são capazes de personalizar o envio de mensagens, a partir dos dados de cada cliente, tornando o material único. 

Além disso, a automação permite o envio automático, agilizando a estratégia de marketing.

5 – Faça a mensuração de resultados

Assim como todo planejamento de marketing, também o marketing de relacionamento apresenta resultados que devem ser acompanhados e mensurados pelos estrategistas. Isso ajuda a perceber se certa ação está realmente sendo positiva.

Por exemplo, em uma campanha de divulgação de um extintor co2, com programa de fidelidade, é necessário analisar se o número de clientes participantes é suficiente. 

Desse modo, em caso de resultados negativos, a empresa pode planejar uma nova estratégia.

No caso do e-mail marketing, é possível acompanhar a frequência no envio de mensagens, bem como monitorar respostas, verificar se o e-mail resultou em mais ou menos vendas. Ou seja, compreender o que funcionou ou não, para incorporar as lições aprendidas.

A importância de ouvir o cliente

O marketing de relacionamento é uma via que beneficia a ambos. Afinal de contas, não basta apenas falar com o cliente – é preciso ouvi-lo. Por isso, é importante contar com os canais certos para uma comunicação efetiva e assertiva.

Muitas empresas não conseguem implantar a estratégia do marketing de relacionamento com sucesso justamente por não contar com um meio adequado para receber reclamações, ou para responder às perguntas dos clientes.

Em outros casos, o canal pode até existir, mas não funciona como deveria.

Por isso, também é necessário pensar nos melhores meios para manter o contato com o cliente. Até mesmo as próprias redes sociais podem auxiliar nisso, se a empresa focar em um plano de resposta diretamente nessas plataformas.

A dica é ter um canal de ouvidoria menos burocrático e mais preparado para o diálogo transparente, objetivo e eficiente com o consumidor.

Conclusão

O marketing de relacionamento pode ser um artifício bastante vantajoso para as empresas, visto que ele tem como principal foco o relacionamento com o cliente e a construção de uma marca forte, com autoridade no mercado. 

No entanto, para a conquista de resultados positivos, é preciso conhecer bem quem são seus clientes, como eles se comportam e quais seus interesses, para focar em ações assertivas e que tenham impacto na empresa (como o aumento de vendas e fidelização do público, por exemplo).

Além do mais, a cada dia que passa, as pessoas se voltam mais para as empresas que ofereçam um bom atendimento e tenham conteúdos personalizados, longe da propaganda massiva e invasiva de antes. 

Daí a necessidade de investir em marketing de relacionamento, afinal de contas, todo mundo gosta de ser bem atendido e o principal: ser ouvido.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *